terça-feira, 23 de janeiro de 2018

PENSAMENTO DO DIA...

Por: Catarina Bexiga

O Inverno mergulhou-nos num silêncio preocupante. Como que a Festa de Toiros em Portugal nada tivesse para emendar ou melhorar … Somos um país de conformados!

O concurso da Palha Blanco é efectivamente o acontecimento deste defeso. A abertura das propostas para a adjudicação da arena vilafranquense está marcada para amanhã, Sexta-feira (19 de Janeiro), às 16.30 h., nas novas instalações da Santa Casa da Misericórdia, proprietária do tauródromo. Até lá, todas as ideias estão “fechadas a sete chaves”…

As mãos que conduzirem os destinos da Palha Blanco terão a oportunidade (com dedicação e trabalho) de devolver um novo entusiasmo a Vila Franca e aos aficionados em geral. Porque quer queiram, quer não queiram, Vila Franca tem capacidade para ser a referência maior de Portugal. Tem uma arena centenária. Tem uma história apaixonante. Tem uma afición exigente, que não tolera “atrevimento”, e que contrasta com os hábitos que prevalecem.


Que o novo “dono” da Palha Blanco saiba olhar para Ela, com o respeito; Porque não ambição? ; Porque não escrever mais um capítulo na sua centenária história? ; e que os aficionados tenham motivos que sobrem para ir a Vila Franca!