domingo, 17 de abril de 2016

Também se pode triunfar na vida sem cortar as orelhas na arena. Javier Castaño, um exemplo! Força TOUREIRO!